Skip to content

Vamos saudar o retorno do messias

21/09/2011
Monte Cook segurando um livro de Pathfinder.

He's back!

Para alegria de muita gente, ontem Monte Cook anunciou ontem seu retorno à Wizards of The Coast. Para quem não sabe, Cook foi uma das cabeças por trás da terceira edição do Dungeons & Dragons, e é considerado um dos grandes inovadores e vanguardistas da indústria do RPG.

Bom, isso me enche de esperança e preocupação. Vou começar pela preocupação: quem me conhece sabe que eu gosto do D&D 4e. Sei que não é perfeito, que tem inúmeros problemas de andamento, que é limitante e etc. Contudo, o sistema integrou muitas coisas que devem ser consideradas avanços – coisas que tornaram a confecção de fichas mais simples, como o novo sistema de perícias. É verdade que a grande maioria desses avanços já estava presente no Star Wars Saga Edition, que funcionou como um teste de campo para esses recursos, mas ainda assim o D&D 4e seguiu o caminho de sistemas otimizados como True20 e afins. É aí que reside minha preocupação: temo que possa haver algum retrocesso no sentido do jogo voltar a ser tão complicado como a versão 3.5 era já no seu final. Ainda acho que o D&D 4e possa dar uns passo para trás para tornar-se novamente versátil, mas é um caminho perigoso que pode levar rapidamente a um retrocesso.

Por outro lado, Monte Cook tem a merecida fama de inovador, e a qualidade do material de sua editora Malhavoc Press só confirma isso. Torço para que ele possa utilizar sua enorme inteligência e capacidade de se relacionar com a massa dos jogadores para não simplesmente pegar tudo o que se tem hoje e jogar na lixeira. Inovar simplesmente pelo valor da inovação é uma burrice que não combina muito com Cook, mas não consigo não ficar preocupado. Acho que o atual sistema do D&D ainda pode ser salvo (talvez se livrando da mecânica de poderes, sei lá, não sou game designer), e Cook fará muito bem ao jogo se perceber isso, extirpando suas falhas e inovando a partir daí.

E você, ficou animado?

Via Paragons.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. 21/09/2011 22:52

    Acredito que, fora a limitação das atuações dos personagens, o sistema de powers é bem legal. Os combates demoram muito, em geral por falta de zelo e concentração. O lance de “1 pra 1” também é exaustivo pro mestre, que acaba ficando com um round de 10 minutos nas mãos.
    Realmente o fato de você ser obrigado a seguir uma função específica se quiser que o personagem faça diferença significativa tirou muito da customização que, vamos ser sinceros, é a pedra angular do RPG. Se criar um personagem do seu jeito e não seguindo o “role” para o qual ele foi pré-determinado lhe custar eficácia real, qual o propósito de inventar e imaginar um alter ego?
    Enfim, se as próximas mudanças permitirem mais mobilidade, fico na expectativa. Overall, penso que a 4th edition complicou 2 pontos, mas resolveu um universo de outros, e mal posso esperar pra rolar um personagem.

    • Eduardo Derbli permalink*
      22/09/2011 10:03

      O que a maioria das pessoas reclama é que agora você não tem mais espaço para pensar diferente, fazer outros tipos de ataque e etc, nesse sentido que os powers são limitantes – você faz o que tá escrito no power e ponto.

  2. Felipe Esteves permalink*
    21/09/2011 23:32

    Tomara que venham coisas boas mesmo. O D&D 4e já deu uma guinada radical nos últimos meses, quando dividiram quase todas as classes em dois subtipos. Para um exemplo, vejam rogue, que agora é thief ou scoundrel (assassin ou algo do tipo). O primeiro não é nada focado em dano, muito mais em estratégia. Há classes do tipo também pelo menos para fighter (focado em instâncias), wizard e druid. Todas bem diferentes do molde anterior e muito difíceis de serem compatibilizadas com uma das antigas em uma aventura. Aliás, imagino que os monstros mudem também, se já não começaram.

    Fiquei até curioso de testar algo totalmente no molde novo, mas a capada absurda que deram no cleric me deixou puto demais para tentar.

    • Eduardo Derbli permalink*
      22/09/2011 10:02

      Me disseram que as mudanças pouco afetaram a jogabilidade, mas também não testei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: