Skip to content

Taí um boicote que eu nunca faria, mesmo que entenda o princípio

01/02/2012

Acabamos não falando por aqui de SOPA, PIPA, ACTA, OTAN, ACME ou seja lá que caralho de sigla queiram usar para cercear nosso direito de publicar material alheio na internet, especialmente porque não faz diferença o quanto a gente vai gritar aqui no Brasil – quem resolve são os caras lá nos EUA.

Batman Politics.

Batman for president.

Contudo, isso não nós proíbe de prestar atenção em uma manifestação interessante, mas praticamente impossível de executar para qualquer um que seja mais nerd que rebelde:

Ativistas do movimento #STOPSOPA, que agem contra o lobby da indústria do entretenimento americana e seus desejos de censura à livre informação, querem tomar uma atitude um pouco mais drástica – e que já está gerando polêmica antes mesmo de ser posta em ação. Segundo noticiado no site 100gf, um grupo online está se movimentando para boicotar o filme Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

Embora eu reconheça essa como a forma mais inteligente de protestar contra as grandes produtoras, acredito que é um passo muito maior que as pernas. The Dark Knight Returns não é só o filme nerd mais esperado do ano, é possivelmente O filme mais esperado do ano, e tem grandes chances de chegar muito próximo de Avatar como uma das maiores bilheterias da história. Qualquer boicote que envolva menos de 10 mil pessoas terá muito pouco impacto e mesmo chegar a esse número seria muito complicado, visto que mesmo pessoas que não aprovam a SOPA/PIPA/ACTA, em sua maioria nerds como eu, nunca esperariam sequer alguns minutos para ver o filme por qualquer ideal político.

De toda forma, deixamos claro que o 88 milhas por hora aprova esse boicote, mas definitivamente não vai participar. E você?

Via Multiverso DC.

Anúncios
12 Comentários leave one →
  1. 01/02/2012 14:21

    Sinceramente não acho que Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge vai superar o que o Dark Knight representou pra mim.

    Apesar de ter muito respeito pela nova série, nunca achei Batman Begins essa coca-cola toda (ou foi, se levarmos em conta que eu prefiro Pepsi) e acho difícil desassociar o sucesso do segundo filme as atuações impecáveis de Heath Ledger e Aaron Eckhart.

    Então perdoe se não compartilho dessa empolgação toda. Na verdade confesso estar muito mais na expectativa para o filme dos Vingadores do que ver a resolução da franquia do Nolan nas telonas. Alias, ver na telona tem sido uma decepção cada vez maior dada a falta de qualidade na maioria das grandes salas de cinema.

    Por isso, apesar de não fazer qualquer esforço contra ou a favor de tal movimento, eu até acharia interessante ver resultados concretos. Só uma pena que não tenham escolhido um blockbuster realmente escroto, tipo Crepúsculo.

    E só pra constar, minhas fichas para filme mais esperado do ano vão para O Hobbit. E não apenas minhas fichas, pretendo contribuir ativamente para que este filme fature um tesouro a deixar Smaug verde de inveja!

  2. Eduardo Derbli permalink*
    01/02/2012 14:47

    Em parte, eu concordo com você. Mas se Nolan conseguiu realizar um incrível salto de qualidade do primeiro para o segundo, quem sabe o terceiro não mantém a progressão? Acho que poucas pessoas apostariam que Ledger e Eckhart fariam representações tão incendiárias, da mesma forma que ninguém espera muito de Hardy e Hathaway,

    Eu confio em Nolan para me derrubar da cadeira do cinema de novo, como talvez Whedon também consiga. Mas não vejo como esperar de Vingadores um grande filme – quantas grandes histórias do Vingadores já houve nos quadrinhos.

    Em relação a O Hobbit, não tenho grandes expectativas. Calma, calma: é que eu sei que vai ser muito foda, mas há muito pouco que possa me surpreender. TDKR é uma caixa preto, por isso a antecipação.

    • 01/02/2012 15:21

      Cara, eu não esperava bosta nenhuma do The Dark Knight, mas quando vi o Eckhart no Obrigado por Fumar e me disseram que ele ia ser o duas caras, já achei irado!

      Mas só porque eu não tenho expectativas não significa que eu não deseje que seja bom. A diferença com o Vingadores é que foram VÁRIOS filmes de heróis construídos para resultar num único filme de um grupo, e isso é algo inédito! Quero ver qual vai ser o resultado desse planejamento todo. Na verdade sempre caguei pros Vingadores da Marvel, pra mim os verdadeiros CIngadores são do DC-Rio 😉

      Já com o Batman eu vejo assim: uma boa proposta / uma sequência ESPETACULAR / o filme que vai fechar. Saca? Eu não tenho nada para esperar dele, se for melhor que o primeiro já é lucro.

      E voltando ao O Hobbit, também tenho ciência que será foda e acho que irei curtir mais do que Senhor dos Anéis por gostar mais dessa história. Sem falar que pra mim é uma volta para aquela magia de esperar pelo filme Tolkieniano de fim de ano.

      • Eduardo Derbli permalink*
        02/02/2012 08:16

        Acho difícil que Vingadores leve o cenário inteiro em conta, mas já errei antes.

  3. Andre de Lemos permalink
    02/02/2012 10:41

    O boicote se pauta exatamente sobre o fato de ser um blockbuster e de ter todas essas características que o Duda expressou no texto. Um boicote dessa natureza não pretende ferir a indústria, que seria de uma ingenuidade monstruosa. Acho que o fundamental é que não é nada “pessoal” contra o Batman, os irmãos Nolan ou mesmo a produção em si – de fato, ansiosamente esperada pela maioria ali, obviamente. O objetivo parece mais atado ao fato de ser um filme que chamará muita atenção da mídia como um todo quanto ao aguardado lançamento. Um “boicote oficial” seria divulgado (ou não) nas suas razões, explicando do que se trata o movimento e tudo mais. Isso, provavelmente, acabaria se tornando um apelo para que mais adeptos se juntem ao movimento; uma forma de hastear e agitar sua bandeira para que mais pessoas a vejam e possíveis interessados ingressem no movimento.

    A mim parece que eles procurarão se aproveitar de todo o investimento em merchandising, propaganda e divulgação do filme para aparecerem. É “jovem”, meio amadorístico, mas subversivo, no melhor dos sentidos, se pensarmos bem. Se eu entendi qualquer coisa disso aí, acho bem interessante a idéia de usar a própria máquina contra ela.

    Acho, também, que isso significa uma outra coisa, talvez nas entrelinhas do manifesto/boicote: “não iremos ao cinema assistir em IMAX, mas iremos baixar, SIM, e assistir em casa, a porra do filme!”… Ou algo que o valha.

    Como esse tipo de organização não aporta em terras tupiniquins, nem inspira muita gente fora de Partidos Pseudo-Socialistas e movimentos estudantis, cujas bandeiras sabemos ser sempre outras, a estréia não será prejudicada e poderemos permanecer fiéis ao nosso bom e velho entretenimento, afinal…

    Nolan Prevails

    p.s.: Quanto a utilizar a “máquina” contra ela mesma, isso me lembra de um episódio clássico de Star Trek (TOS – Primeira Temporada), quando Kirk recorre à própria racionalidade e precisão lógica de um computador (“Landru”) que dominava um planeta inteiro em nome do “bem maior”: a felicidade. Mas era uma felicidade tirânica, incutida aos homens através de lobotomias. Kirk a “convenceu” (logicamente, é claro) de que tolhir a liberdade para se escolher como ser feliz é um mal maior do que a ausência de felicidade, e que o problema a ser extirpado do planeta, no caso, era ela mesma. E ela se auto-destruiu. Um exemplo, dos milhares existentes, de que Star Trek fornece um manancial quase inesgotável de alegorias para pensarmos valores universais do homem (nesse episódio, moral, ética, felicidade, Aristóteles, Spinoza, Nietzsche etc…), uma possível matriz para um boicote ou apenas uma grande série de Tv.

    \\//_

    • Eduardo Derbli permalink*
      03/02/2012 10:13

      Concordo que impacto financeiro é improvável, mas como anti-marketing, acho que rola, desde que envolva mais que algumas milhares de pessoas.

    • 04/02/2012 16:23

      Tem mais de um Nolan? O.o

      • ivan permalink
        04/02/2012 19:07

        Rafael, perguntou sério?… Com os comentarista deste blog é arriscado confiar, mas vá lá! iac iac iac!!!

        É o Jonathan Nolan co-roteirista do The Dark Knight e de outros projetos do mano Chris… Só não vale dizer: “e precisava mais de um para fazer aquela porcaria de filme?” iac!

        🙂

      • 04/02/2012 20:40

        Sério mesmo, eu não sabia. Ou não lembrava, mas dá no mesmo. Bom saber!

  4. ivan permalink
    04/02/2012 16:13

    Apoio incomensurável à causa por diferentes razões.

    Mas se me convidassem para uma greve de fome como forma de protesto, haveria mais chance de eu participar!

    • Eduardo Derbli permalink*
      06/02/2012 12:17

      Greve de fome? Foi mal, cara, comida vem à frente de tudo para mim. #RonSwansonFeelings

  5. ivan permalink
    04/02/2012 16:19

    Ah, e com todo respeito às diferentes opiniões nerd-cinematográficas acima expressas, certos níveis de exigência inviabilizam a possibilidade da elaboração de qualquer lista de dez-muito-fodas, de dez com certeza, quem sabe de cinco! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: