Skip to content

Consertando A Ameaça Fantasma

28/02/2012

Não, eu não fui ver A Ameaça Fantasma em 3D no cinema. Algumas pessoas consideram isso um crime, levando-se em conta meu amor pela saga. Mas eu tenho respeito demais pelo valor do meu trabalho para desperdiçar meu dinheiro vendo um filme que eu já vi e sei que é fraco, ainda mais sendo sujeitado a um 3D retroativo que, invariavelmente, fica tosco. Mas, ei, essa é a minha opinião. Que é mais importante que a sua, mas tudo bem.

Apesar disso, o filme ocupa um lugar no meu coração, apesar de todos os seu problemas. E são muitos. E se você tem 10 minutos do seu dia sobrando, talvez valha a pena ver esse vídeo da galera da Belated Media, mostrando como esse filme poderia ser muito melhor. Não concordo com tudo, acho que algumas das sugestões não melhorariam muita coisa e que outros problemas graves seriam criados, mas ainda assim, é uma proposta interessante. Afinal, um dia, alguém vai fazer um remake de Star Wars, e eu espero que esse alguém perca 10 minutinhos vendo esse vídeo.

Via Topless Robot.

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. Aroldinho permalink
    28/02/2012 15:31

    Concordo que como filme episódio I não é lá grade coisa, mas como fã de star wars eu gosto muito. E vi como uma oportunidade de assistir de novo no cinema um clássico, pelo menos pra mim um clássico, e garanto que foi uma oportunidade única para adolescentes e crianças que estão assistindo pela primeira vez no cinema um dos filmes da série.

    Quanto ao 3D retroativo não tenho tanta certeza que foi tão retroativo assim! http://www.youtube.com/watch?v=jcVUtHRRTJc

    Nunca vi ninguém falar tanta abobrinha em 10 minutos quanto esse sujeito nesse “what if” essas mudanças não dariam certo nem aqui nem em uma galáxia muito distante!

  2. Eduardo Derbli permalink*
    29/02/2012 09:15

    O 88MPH é um espaço democrático. Logo, você tem todo o direito de estar errado. 😉

    Acho que temos um problema de choque de gerações aqui. Quando a Ameaça Fantasma saiu você tinha o quê? 10/11 anos? Eu já tinha uns 17/18, já tinha visto a trilogia original (esta sim, clássica) algumas vezes. Não disse que o filme é terrível, só que é fraco – tem muitos problemas de roteiro, andamento, narrativa, personagens (Jar Jar, Anakin, Shmi, etc.). Para quem já conhecia muito bem a trilogia original (quem confesso, nem era o meu caso – conhecia e gostava, mas nada próximo da adoração que tenho hoje), algumas das escolhas de Lucas foram verdadeiros crimes. E pensar em crianças e adolescentes conhecendo o Anakin chorão da nova trilogia ANTES do Darth Vader talvez seja o maior crime que Lucas vai cometer contra o cinema e seu legado.

    Hmmm… uma entrevista atual de Lucas dizendo que em 1999 ele já queria fazer 3D porque era um puta visionário mas precisava ser em cinema digital? Foi mal, não cola. Já tinha muita gente fazendo coisa legal em 3D muito antes de 1999 – ele só resolveu fazer isso agora para acompanhar a moda e tentar se manter relevante.

    É seu direito discordar do cara do vídeo. Eu acho que, embora tenha feito algumas escolhas precipitadas, ele tratou quase todos os principais problemas do filme: a falta de protagonistas, o deslocamento do Anakin depois do fim do arco em Tatooine, midi-chlorians, Jar Jar Binks… entre outros. Mas se nada disso te incomoda…

    • Aroldinho permalink
      01/03/2012 02:49

      Absolutamente, midi-chlorians e jar jar binks são coisas que eu não admiro tanto em star-wars.
      Quando eu assisti episódio I tinha 9 anos e de fato não era tão fã quanto sou hoje, e gostei muito na época e talvez por isso continue gostando tanto (a percepção e capacidade julgamento de uma criança é diferente). E como tive uma boa instrução/influência eu já tinha assistido diversas vezes a trilogia antiga.
      Acredito que os fãs mais novos já assistiram tanto a trilogia clássica quanto a nova, e provavelmente na ordem em que foram produzidos (se quem apresentou esses filmes tinha alguma coisa na cabeça) mas nunca tiveram a oportunidade de ver no CINEMA.
      De qualquer forma o legado deixado pela série dificilmente será maculado, e como prova física disso temos centenas ou talvez milhares de filmes pós Star Wars que não tem nada a ver com Star Wars e mesmo assim fazem algum tipo de referência explícita ou contida do universo que foi criado.
      E como o 88MPH é um espaço democrático. Eu provavelmente tenho o direito de estar errado :p

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: