Skip to content

“When you wish upon a star… wars”

31/10/2012

Fuck this shit, I’m goin’ home.

A essa altura do campeonato seria ingênuo da minha parte acreditar que qualquer leitor deste blog ainda não saiba que a Disney comprou a Lucasfilm por US$ 4,05 bilhões, e que pretende lançar o Episódio VII em 2015. Se você ainda não sabia, vou te dar alguns minutos para deixar a idéia assentar na sua cabeça.

Pronto, está melhor? Tomou um copo de água com açúcar? Tirou a sua calcinha do Boba Fett pela cabeça? Então ouça o que George Lucas tem a dizer sobre o assunto:

For the past 35 years, one of my greatest pleasures has been to see Star Wars passed from one generation to the next, It’s now time for me to pass Star Wars on to a new generation of filmmakers. I’ve always believed that Star Wars could live beyond me, and I thought it was important to set up the transition during my lifetime. I’m confident that with Lucasfilm under the leadership of Kathleen Kennedy, and having a new home within the Disney organization, Star Wars will certainly live on and flourish for many generations to come. Disney’s reach and experience give Lucasfilm the opportunity to blaze new trails in film, television, interactive media, theme parks, live entertainment, and consumer products.

Numa boa, nem fazendo muita força eu conseguiria pensar em uma solução melhor para a inevitável mudança pela qual a Lucasfilm teria que passar com o afastamento de Lucas. Independente do que ele tenha feito nos últimos anos, bom ou ruim, ainda poderia piorar muito se a franquia fosse parar nas mãos de pessoas incompetentes, e não há no mundo do entretenimento gente mais competente que o pessoal da Disney. Eles sabem tudo sobre filmes e merchandising, além de ser um ambiente muito propício para pessoas criativas – uma diretriz estabelecida pelo próprio Walt. Porra, esses caras fizeram o filme d’Os Vingadores!

Mas acima de tudo, aquilo que a Disney tem que a torna diferente é que seu produto, sua matéria-prima, são as suas histórias. Nada além disso. Fodam-se os suportes, as plataformas, as mídias e as limitações técnicas – para eles, o que importa é contar uma história bem contada. Uma história emocionante, com a qual consigamos nos relacionar, é algo que George Lucas parece ter esquecido que existe, há tempos. Recursos técnicos e demonstrações pirotécnicas tomaram precedência para ele, que esqueceu sua verdadeira função.

Melhor cenário? Eles pegam um pessoal da Pixar para ajudar no desenvolvimento desses filmes. Acho dispensável uma nova trilogia pós-Darth Vader, mas também quero mais é que se fodam esse cânones arbitrários – se a história for boa e bem conduzida, que venha, vê quem quiser. Pessoalmente, não sei se gostaria que eles utilizassem as histórias pós-Retorno de Jedi do universo expandido – acho fracas. Contudo, com o tratamento certo de um cara como John Lasseter, tudo pode dar certo.

Eu estou muito animado com isso. A Disney não tem o hábito de algumas produtoras e empresas de descartar tudo para começar do zero – eles gostam de aproveitar o que é bom e inovar em cima disso. Eu realmente não achei que tão cedo fosse ver Star Wars escapulir da longa sombra do ego do George Lucas (que permanecerá como consultor, mas não mais que isso), ainda mais com a certeza que está em boas mãos. Agora só nos resta esperar – mesmo uma aposta certa pode dar errado. Mas temos as leis da probabilidade do nosso lado.

Mas o quê você acha disso?

Via Nerd Bastards.

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Felipe Esteves permalink*
    31/10/2012 11:16

    Aguardemos e apostemos. Não entendo realmente porque demonizar a venda, como se a Disney fosse estragar algo porque o Lucas disse que não teria mais filmes e tal… Lucas virou santo agora? Todo mundo esqueceu de todos os problemas dos episódios I, II e III?

    Falta um bocado para 2015, não tem nada definido sobre o filme ainda (a não ser, talvez, que seja algo totalmente deslocado do eixo de história de Vader e companhia), então não vejo motivo para pânico.

    Realmente, está em boas mãos. E a Disney não quer perder dinheiro, isso é um fato. Por mais que ele tenha botado a mão em um dos melhores merchandisings do mundo, fazer qualquer coisa no filme é um tiro no pé que não parece do feitio deles.

    Estou um bocado animado também, mas nada eufórico.

    • Eduardo Derbli permalink*
      31/10/2012 16:07

      Eu acho que há espaço para alguma euforia sim, mas confesso que minha paixão por todas-as-coisas-Disney pode estar ofuscando minha percepção.

  2. Andre de Lemos permalink
    01/11/2012 08:28

    Eu poderia chamar esse comentário de “A new hope”… Mas… uma voz do além parece me alertar: Be mindful of thoughts… Stretch out with your feelings…

    Bom, quando soube da notícia fiquei pensando: “post do Duda no 88MPH em 5, 4, 3, 2″… Rs

    Atualmente o que tem rolado de rumores na net sobre esse tal sétimo filme não tá no gibi. Assim como não estará no “gibi” nada do seu enredo e história do mesmo. Explico: o principal desses rumores é que não haverá “univero expandido” no roteiro, pois o Lucas parece ter deixado “tudo pronto” para mais 6 filmes (!). Veremos…

    Sei lá o que achar, por ora, mas talvez ele tenha enchido o saco de ser o alvo preferido de todas as críticas do mundo quanto à sua criação, sua magnum opus. Não precisa mais provar nada para ninguém e resolveu passar o bastão, ou o sabre de luz, o que vier primeiro. Ele já era bilionário antes – nem acho que tenha sido motivado por dinheiro (apenas), embora meu eu-historiador-marxista de quinze anos de idade esteja com a sobrancelha bem franzida… Se bobear é dele a voz que estou ouvindo…

    Quer dizer, segundo entrevistas recentes os 4.05 bilhões da venda das empresas, das quais ele detinha só uma ínfima parte (100%!!! Isso mesmo, Sheldon, era sarcasmo!) que ele embolsou, seriam distribuídos por entidades beneficentes, de combate ao câncer, de educação, universidades… Gesto nobre, digno de um gentlemen – que todos concordamos, apesar de não o conhecermos pessoalmente, não há viva alma que diga que ele seja um “douche” ou algo que o valha. Espero que se concretize. Se não, meus dados bancários estão ao seu inteiro dispor, ouviu Georgie, my man… nunca critiquei o Jar Jar Binks e sempre defendi que Christian Haydensen foi o melhor Darth Vader (EVER!!!)… A voz silenciou… mas ouço uns grunhidos como se alguém estivesse vomitando.

    Concordo com ambos, Felipe e Duda, talvez pela primeira vez na nossa existência, que a Disney parece ser de fato a única que poderá dar nova esperança aos nossos desejos de assistirmos a novos filmes da saga cinematográfica mais aclamada de todos os tempos e promover horas de entretenimento que nos permitirão sair da sala de cinema com uma cara de alegria e regozijo. Diferentemente daquelas caras de “wtf” que muitos fizeram (Eu não, hein, George, jamais! Quer ser padrinho da minha filha?) ao sair dos episódios I e II e, alguns, do III também. A aquisição da Marvel e da Pixar só nos corroboram que essa empresa fundada por um entusiasta do Nazis… Errr… Enfim, isso não importa agora (novamente, vômitos no além). Esperemos, pois, essa nova saga… Vamos ver no que dá…

    Abs!

  3. 02/11/2012 19:47

    Quero uma corda e um banquinho…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: