Skip to content

Prezada Warner Bros.: tire as mãos do meu D&D!

08/05/2013

Então, parece que a Warner Bros. comprou os direitos para fazer um filme de Dungeons & Dragons. Diz-se David Leslie Johnson, roteirista do péssimo Fúria de Titãs 2 (que mesmo péssimo é melhor que o primeiro),  já estaria canetando um roteiro baseado em Chainmail, um wargame lançado por Gary Gygax antes mesmo do D&D.

Shit.

Shit.

Vou atacar o problema por partes, ok?

O que significa comprar os direitos para fazer um filme do D&D para começar? O D&D não é uma entidade mística que poderes ilimitados, mas um sistema de desafio razoavelmente competente para ser aplicado em uma série de cenários. Contudo, os próprios donos da propriedade intelectual do D&D falham em entender isso, vendendo os direitos como um selo para que a produtora produza qualquer coisa no tema fantasia medieval, o que demonstra no mínimo pouca preocupação com o legado do sistema.

Claro que não estou sugerindo que os roteiristas não podem criar um novo cenário, afinal, o negócio do D&D é permitir que seus usuários criem histórias. Mas no RPG de mesa, os próprios jogadores escolhem quem vai contar a história. E eu definitivamente não escolheria David Leslie Johnson.

Mais: por que, de toda a extensa bibliografia do D&D, eles escolheram Chainmail para transformar num filme? Salvo engano, Chainmail é um conjunto de regras para combates entre miniaturas – e só. Eles poderiam escolher qualquer das centenas de cenários e livros do D&D mas nããããããã0, eles querem o único que não tem história, para poderem inventar qualquer sandice que imite O Senhor dos Anéis.

Sinceramente, não tenho forças para esperar nada bom disso. Na esteira de O Hobbit, Game of Thrones e outros, a WB provavelmente vai tentar capitalizar com alguma aventura insossa sobre superação, o pequeno vencendo o grande, o bem triunfando sobre o mal, em vez de filmar logo a porra da trilogia Dragonlance. FML.

Via Geek Tyrant.

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. 08/05/2013 11:16

    O Fúria de Titãs 2 é uma aventura competente. O prior problema foi ter “Fúria de Titãs” no nome, que causou ojeriza. E como fã de bons 3D agressivos, ele já valeu só por isso.

    Quanto ao nome Chainmail, acho que você está fazendo uma tempestade num copo d’água. Primeiro que ele era um cenário de fantasia também, não apenas o nome do jogo de estratégia. Segundo que era apenas um nome inicial, provavelmente antes de arrumarem a licença para o D&D. Mas ainda que não seja isso, faz diferença mesmo?

    Sinceramente acho que um filme honesto de D&D que não seja adaptando qualquer um dos novels, tem que ser algo na pegada The Gamers. O resto vai será só mais um filme de fantasia 😛

    • Eduardo Derbli permalink*
      08/05/2013 11:33

      Você tem todo o direito de ter sua opinião, da mesma forma que eu tenho todo o direito de estar certo, como de costume. 😉

      Eu acho que Fúria de Titãs 2 é muita coisa, menos competente. A história não é engajante, as interpretações são terríveis e toda a trama envolvendo o Agenor é, no mínimo, ofensiva. Mas acho que essa conversa não vai nos levar a lugar nenhum.

      Para mim faz diferença que eles tenham escolhido aquela que é provavelmente a menos desenvolvida de todas as edições do (pré-)D&D para transformar em um filme. Não foi Chainmail que popularizou o jogo. Não é Chainmail que as pessoas jogam até hoje. Não é isso que os fãs querem ver, mesmo que o resto do mundo não se importe. Se pra todo mundo que não é fã não faz diferença, por quê não agradar pelo menos os fãs? Com qualquer das dezenas de boas histórias que já existem? Sou contra escolher o mais genérico dos cenários para fazer a mais genérica das histórias.

      Quanto a eu estar fazendo tempestade num copo d’água… você está realmente surpreso? 🙂

      • 08/05/2013 11:43

        Obviamente que não 🙂

        Pra encerrar o assunto do Fúria de Titãs: é um filme fraco, não nego. Mas ele é competente em dar uma continuação que não era necessária ao anterior, colocando porraria entre deuses e com cenas de ação (e 3D) maneiras. E cara… tu nunca vai me ver defendendo o Sam Worthington, mas ao menos eu consegui achar algo de bom nesse filme.

        E insisto que o nome era só uma versão anterior. Mas ainda no caso remoto que esteja engando, imagino que nerd rage de Chain Mail seria muito menor do que uma adaptação de Forgotten ou Dragonlance (ou simples do Crônicas, porque a maioria do resto é uma merda.

      • Eduardo Derbli permalink*
        08/05/2013 15:42

        Deveriam ter chutado logo essa merda e feito logo um filme do God of War de uma vez por todas. 🙂

        Talvez o nerd rage realmente fosse maior com FR e DL, mas pelo menos o buy-in antes do filme seria maior. Os caras vão ter que suar muito para convencer até mesmo os nerds a se empolgarem com esse filmes, que dirá outras produtoras e quem mais for pagar pelo filme.

      • 08/05/2013 11:45

        Alias, prometo que se um dia eu for para Oz eu matarei quantos macacos voadores quanto forem necessários para te arrumar uma coração de lata, Eduardo. Pode contar comigo!

      • Eduardo Derbli permalink*
        08/05/2013 15:42

        Hahahahahahaha…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: